quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Desde sempre


100 Desde sempre, para sempre: Corinthians! 100

OgAAAM4kZZnApLh4Gxd8bMlcyOukyv3p2x5USTQTU6Q1kHiI9RvdxYUPd-48XH1YCIaDP7adYWsbUkNlDuayZKZbSo8Am1T1UL4R9RMdNe-XcuKA9fsRfFfeyM17Desde que eu me conheço, desde quando eu sei que sou gente, sei que sou corinthiano. Talvez a consciência de ser corinthiano precede a de ser gente, porque a paixão sempre vem antes de tudo. Na verdade, nasci corinthiano, aliás, em 1990, ano do 1° Brasileiro, e ao passar dos anos, fui sendo seduzido por essa arrebatadora paixão, que não dá margem para a fuga. É como a música “Para todos”, de Chico Buarque: o meu pai é corinthiano, meu avô corinthiano, o meu bisavô corinthiano… É algo de berço, ou melhor, de sangue. Nada melhor para um time que é do povo. Para o povo.

OgAAAB3PMlkipw3DmoaWSzihfAIumPQdAyw9jMY9M3QOKN6jIGj7EObDqnazXrSePZryj4d6l3mgJD8BqNfpOT0A4e0Am1T1UGrhkDDPYLBsPIZJ5kWQXPlYpItDE desde criança já sentia o peso do manto alvi negro, o que significava ser chamado de corinthiano, fazer parte de uma grande família. Porque ser torcedor do Corinthians não é dizer-se simpatizante de uma agremiação qualquer, mas um cidadão da maior nação popular do Brasil e oxalá do Mundo.

E vamos crescendo e aprendendo que, se eu quero ter estampado no peito o distintivo tão distinto, tenho que sofrer, lutar, aguerrir, perder e vencer. Mas sobretudo, amar. Na paz, na OgAAAKHiw4mnHAuiggSxD3CM87IchTdze403_kUnBm26zsANzC3I1Au31FRNSdiJTyXhqJnc9395Vrl2GHZ4xm3I-ioAm1T1UHyTli4JtjWx6nAvaspGAX_e7GMYconcordia, mas com os pés alinhados e a garganta afiada. Pois é pelo grito que tornamo-nos plenamente corinthianos. O grito do gol, do gol do título. Um grito que permanecerá inesquecível quando a faixa transversa o peito ou quando no estádio, no meio da massa, uníssonos vibramos.

Parabéns aos mosqueteiros que passaram pelo relvado, conquistando tantas glórias. Um passado, uma bandeira. Um presente, uma missão. Parabéns à fiel torcida, que faz do time, a cada jogo, sempre mais altaneiro, na certeza de que não é o time que tem uma torcida, mas a torcida que tem um time. 43400859030820101139

Parabéns Corinthians! 100 anos de glórias! Como canta o refrão: Nunca vou te abandonar. Porque aqui tem mais um louco, participante do bando, p equeno bando de 30 milhões. Ser corinthiano é orgulho e r esponsabilidade. Sob o patrocínio de São Jorge, e a força de uma nação: Avante, timão!

Edvaldo Betioli Filho

01 de setembro de 2010

Share this article :

2 comentários :

Anônimo disse...

Meu estimado amigo e confrade, eu sabia que vc torcia para o Timão, mas não sabia que era com tanta paixão. Essa paixão nos difere de outras tantas torcidas. Parabéns pelo texto em homenagem aos 100 anos do nosso glorioso Corinthians!!!!! Um forte abraço!!!

Pe. Silvio Andrei, SAC.

Sem. Cesar da Rocha Pires disse...

Não.......não vou ler esse artigo Edvaldo... me perdoe mas não da NÃO...... rsrrsrrsrs