quinta-feira, 11 de março de 2010

Seminário Mãe do Divino Amor

Nenhum comentário :
No alvorecer do cinquentenário

“Revesti-vos do homem novo, criado à imagem de Deus, em verdadeira justiça e santidade.”
(Ef 4, 24)

O ano de 2010 ficará marcado de forma especial, com letras de ouro, na história da Província São Paulo Apóstolo, quando o Seminário Maior Mãe do Divino Amor comemora 50 anos de existência e assim, de formação de novos palotinos, discípulos e missionários do Cristo Apóstolo.

Iniciando este período jubilar, a comunidade palotina se reuniu em Curitiba para render graças a Deus por uma etapa a se iniciar. Deus plantou uma semente nos corações de alguns jovens e agora são colhidos os primeiros frutos, de forma a ser, cada um, uma nova força no testemunho da Verdade e na construção do Reino, sob o carisma de São Vicente Pallotti.

Abrindo o ano e assim oficialmente as atividades do seminário, chegaram entre os dias 18 e 21 de janeiro os sete noviços que concluíram o Período Introdutório em Cornélio Procópio, e agora integram a comunidade do Seminário Maior, para iniciarem o segundo ano de noviciado e o primeiro do curso de Filosofia.

Na sexta-feira dia 29 de janeiro, na presença do Reitor Provincial Pe. Julio Akamine, quinze fráteres renovaram sua consagração a Deus na Sociedade do Apostolado Católico pelo período de mais um ano, na Capela Mãe do Divino Amor, em uma celebração marcante, onde foi oficialmente anunciada pelo Padre Provincial a transferência do curso de Teologia para a cidade de Londrina, Paraná.

No sábado dia 30, na Paróquia São José, tomados de uma emoção diante da grandiosidade do acontecimento que estava por se avizinhar, sete noviços realizaram sua primeira Consagração na Sociedade do Apostolado Católico. Os jovens Augusto, Danilo, Edinilson, Emerson, Fernando, Geovane e Sergilson receberam as leis e o hábito palotino das mãos do Padre Provincial, que ali representava toda a Sociedade, à qual prometeram pobreza, castidade, obediência, comunhão de bens, espírito de serviço e perseverança. Também nesta solene liturgia Fr. Edvan e Fr. José Fernando professaram seus votos perpétuos, sinal de doação da vida a Deus e aos irmãos até o seu termo.

No domingo, dia 14 de fevereiro, foi celebrada a Missa de Envio dos oito fráteres do 1° ano de Teologia, juntamente com o Pe. José Lino, que foram enviados nessa nova missão, com certo temor e tremor (cf. Fl 2, 12), mas sem jamais deixar de confiar na Providência Divina. Na certeza de que, embora distante fisicamente, nossa comunidade está próxima em espírito, com eles seguem nossas constantes orações.

Neste início de ano comemorativo, no alvorecer deste memorável jubileu, tantos acontecimentos marcantes fazem com que nos deparemos com uma reflexão. Muitas pessoas pisaram o mesmo solo que hoje nós tocamos. E se não fosse o suor derramado, a renúncia feita, a perseverança na fidelidade, não trilharíamos talvez os caminhos do hoje como o são. Portanto, cabe a nós esta interrogação: qual a minha aplicação, efetiva e real, como membro da família palotina, na construção e edificação do presente para serem alicerçados não somente os próximos cinquenta anos do Seminário, mas o futuro de nossa Sociedade?

Elevamos a nossa prece ao Senhor da vinha pela opção de todo consagrado, seu chamado a ser homem novo e sua santa perseverança. Como sabemos, a oferta de todo o nosso ser a Deus é feita de forma gratuita, intentando realizar a vontade de Deus, onde procuramos, e efetivamente encontramos, a nossa paz. Como nos diz a Palavra de Deus, é necessário, portanto a perseverança para fazermos a vontade de Deus e alcançarmos os bens prometidos (cf. Hb 10, 36).

Cinquenta anos se encerram e assim nossos olhos se abrem aos próximos vindouros. Que ecoe sempre em nossos ouvidos e da mesma forma ressoe em nossos corações as palavras de São Vicente Pallotti, que nos exorta a sermos imitadores fiéis de Nosso Senhor Jesus Cristo em todos os momentos de nossa vida (cf. OOCC, III, 40), para que não se apague em nós a chama que nos impulsiona a seguir em frente, promovendo boas obras, sempre a fim de reavivar a fé e reacender a caridade.

Nov. Edvaldo Betioli Filho
Curitiba, março de 2010
Continue Reading...